quinta-feira, 16 de junho de 2016

Microsoft tem "caixa", mas capta recursos com terceiros para adquirir Linkedin

Com USD 100 bilhões em caixa e equivalentes, a Microsoft optou por captar recursos com terceiros para financiar a compra do Linkedin. Pode parecer estranho para alguns, mas nós sabemos que existem diversas vantagens em se ter dívida (redução do pagamento de tributos e redução de problemas de agência, pelas covenants são alguns exemplos).

 No caso da Microsoft, a Bloomberg listou duas vantagens:

  1. A maior parte do caixa e equivalentes da Microsoft está no exterior (97%) e, para repatriar, a Microsoft teria que pagar 35% em tributos; e
  2. Com o benefício tributário da dívida (redução da base de cálculo do imposto de renda), estima-se que a Microsoft possa economizar aproximadamente USD 9 bilhões em tributos só em 2016 e mais alguns milhões nos próximos anos.
O problema dessa estratégia é que a inclusão de mais dívida na estrutura de capital aumenta o risco de falência implicando aumento da pressão por um downgrade no credit rating da empresa - como já vem acontecendo, uma vez que a Microsoft tem muito dinheiro fora dos EUA, mas pouco dentro (3% do caixa e equivalentes).






3 comentários:

  1. Esse post me remeteu às aulas de contabilidade e tributos ministradas pelo Professor Edilson no PPGCC/UFPB. Muito bom!

    ResponderExcluir
  2. Esse post me remeteu às aulas de contabilidade e tributos ministradas pelo Professor Edilson no PPGCC/UFPB. Muito bom!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...