segunda-feira, 13 de maio de 2013

Maior acordo da história para encerrar processo de insider trading

A notícia é um pouco velha, mas ainda vale à pena ser divulgada aqui (até para atualizar a base de insiders do blog):


Duas afiliadas da SAC Capital, um hedge fund de US$ 14 bilhões, realizaram um acordo com a SEC (Security and Exchange Comission) - a CVM (Comissão de Valores Mobiliários) dos EUA - no valor de US$ 614 milhões. As duas afiliadas enfrentavam acusação de insider trading - uso de informação privilegiada - e irão pagar esta alta quantia para encerrar o processo. Este foi o maior valor do acordo para tais casos.

Uma filial, a CR Intrinsic, concordou em pagar US$ 600 milhões por acusações ligadas a um dos seus empregados, que é acusado de negociar ilicitamente informações confidenciais sobre os laboratórios Elan e Wyeth. O funcionário, chamado Mathew Martona, ainda enfrenta duas acusações civis pela SEC e acusações criminais pelo Departamento de Justiça.

Já a outra filial, Sigma Capital Management, concordou em pagar US$ 14 milhões em um acordo para encerrar o processo de insider trading com as ações da Dell e Nvidia.

Os valores do acordo com a SEC vão ser pagos pela gestão da companhia de hedge fund. Os acordos representam mais um sucesso do governo norte-americano na campanha para punir os insider traders.

Punições severas
Em comunicado, o diretor interino da SEC e da divisão de fiscalização, George Canellos, ressaltou que a autarquia continuará punindo severamente as empresas de hedge fund enquanto os seus funcionários violarem a lei para beneficiar a empresa.

Já o porta-voz da SAC Capital ressaltou que o fundador do grupo, Steven A. Cohen, não foi acusado de nenhum delito. De acordo com ele, "este acordo é um passo importante no sentido de resolver todas as questões pendentes de regulamentação, permitindo que a companhia avance com mais confiança".

Fonte aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...