sábado, 24 de junho de 2017

O processo de ruína finito na saúde suplementar brasileira

Em o “Processo de ruína finito: um estudo de caso na saúde suplementar no Brasil”, Marcelo Coelho, Nazareno Junior e Luciana Reinaldo buscaram aferir a probabilidade de ruína de uma operadora de plano de saúde no horizonte finito de dez anos.

Os resultados, após simulações, exibem as probabilidades de insolvência calculadas ao longo dos anos, sendo a chance da operadora ir à bancarrota nos próximos dez anos de 99,28% e 49,68%, respectivamente.

O artigo poderá ser acessado no seguinte link:
http://periodicos.ufpb.br/index.php/recfin/article/view/30640

A RECFin atualmente está classificada como B3 no Qualis de Administração, Ciências Contábeis e Turismo e aceita novas submissões de artigos continuamente.

#RECFin #PPGCC #UFPB #Probabilidade #Saúde #MonteCarloSimulation

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...