quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Entrevista sobre a importância da análise fundamentalista

O Infomoney está com uma série muito legal sobre grandes investidores brasileiros (Fora da Curva). Já assisti dois dos vídeos e recomendo fortemente que os interessados no mercado de capital acompanhem todos os vídeos e leiam o livro.

Neste vídeo aqui, Florian Bartunek fala em alguns momentos sobre a importância da análise fundamentalista.

Existe uma briga sem sentido entre algumas áreas, mas é impossível negar a importância que os números DAS EMPRESAS têm, para a escolha dos ativos para as carteiras.

Uma coisa que ele comenta também é a importância de "estar dentro" das empresas. Eles chegaram matricular analistas em faculdades da Kroton, para ver quão bons eles eram, por exemplo, em cobrar os inadimplentes.

Eu tenho seguido uma prática parecida com essa, com algumas das minhas empresas (tenho alertas do Google para todas elas, inclusive). Na Drogasil eu vou praticamente toda semana, em algumas lojas da minha cidade. Quando viajo, dou pelo menos uma passada nelas e sempre pergunto aos taxistas, uberistas e demais cidadãos como está a Drogasil (ou Raia) naquela cidade.

Outro ponto legal, foi sobre o porquê de os brasileiros não gostarem, aparentemente, de análise fundamentalista. Na opinião de Bartunek, isso se dá por causa das nossas taxas de juros altíssimas, que fazem com que as pessoas busquem o mercado de capitais com objetivo de lucrar mais e muito mais rápido. Porém as coisas não funcionam bem assim na prática. 

Além disso, para fazer análise fundamentalista, você precisa de tempo e de conhecer contabilidade, economia etc. Não é muito fácil. Mas é divertido!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...