sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Como identificar uma questão de pesquisa

Esse post foi escrito pela Professora Edmery Tavares. Aqui ela dá ótimas dicas para quem está em busca de uma questão de pesquisa.

Outras dicas sobre pesquisa podem ser acessadas neste post: Dicas sobre como escrever sua monografia e artigos

Aprenda, compartilhe, passe adiante

Recentemente, pediram-me orientações sobre como identificar uma questão de pesquisa e como dar os primeiros passos para redigir um artigo. Como tudo na vida, esse é o tipo de coisa que só se aprende fazendo e compartilhando experiências/descobertas.

Assim, resolvi compartilhar um pouco do aprendizado adquirido nos últimos meses com o(a)s professore(a)s e colegas do PPGCC da FURB e, em especial, com o(a)s colegas da UFPB, prof. Orleans, prof. Felipe Pontes, prof. Wenner, prof Edilson Paulo, prof. Azamor, prof. Cesar Ruiz, prof. Hubert Drouvot, profa Simone, profa Valdineide e tantos outros que marcaram minha trajetória na UFPB desde a graduação.

Assim, as linhas que seguem têm um pouco de cada profissional e educador(a) citado acima.

Antes de tudo, pesquisar requer dedicação, leitura, esforço, concentração e certa dose de curiosidade. É preciso sensibilidade e determinação para buscar pistas de pesquisa. Sensibilidade para sentir por meio da leitura a mensagem que o(a) autor(a) quer passar. Determinação para seguir em frente por mais difícil que seja o tema, ou por mais difícil que seja encontrar artigos interessantes e que possam abrir caminhos para seu estudo.

Afinal, como buscar tais pistas? As pistas estão por toda parte! Basta sensibilidade, curiosidade, atenção a tudo para poder desenvolver a habilidade de conectar ideias e conhecimentos. 

Então, primeiro passo:

- Ler editoriais de periódicos internacionais e nacionais. Isso ajuda a compreender as possíveis lacunas e tendências de estudos.

Como chegar até eles?

- Acessar os sites dos principais Journals ou acessar as bases Scopus, Science Direct, Google Acadêmico, entre outros.

- Mapear por meio das palavras-chave artigos relacionados ao tema da pesquisa.

A medida que encontrar artigos referentes ao tema da sua pesquisa, salve-os em uma pastinha, indicando ano, autor, por exemplo. Por mais simples que possa ser, isso faz toda diferença. Afinal, pesquisa requer organização e planejamento também. 

Pesquisa é método. Portanto, estabeleça um método apropriado e prático de otimizar seu tempo e compreensão do desenvolvimento de determinado conhecimento.

E agora, José, o que fazer com tantos artigos?

- É simples, comece a ler com calma e atenção. Muita atenção! As entrelinhas são importantes...

- Faça fichamentos das ideias principais de cada artigo. Por pode fazer no Excel ou no Word. O importante é fazer o fichamento. Essa técnica auxilia a fixar as ideias e compreender melhor o tema. Organize por Autor/Ano/Título. Destaque o objetivo, as teorias adotadas, as variáveis, o método, os principais resultados, contribuições e limitações. 

- Finalizado o fichamento, faça uma releitura do mesmo... reflita, escreva, leia e releia o que escreveu, reescreva quantas vezes forem preciso. Não temer jamais, siga em frente nessa pegada! E, voilá, courage, mãos à obra!

Lembre-se: seja observador(a), seja questionador(a), seja crítico(a). Lembrando que não é a crítica pela crítica, é preciso dar contribuições para o desenvolvimento do conhecimento!

Por fim, lembremos que a roda da pesquisa e aprendizagem é constante, e não pode parar.

Como apaixonada por música que sou, finalizo, parafraseando com a canção “Amor até o fim” interpretada lindamente pela saudosa Elis Regina:

A rosa da pesquisa tem sempre que crescer/A rosa da pesquisa não vai despetalar/Pra quem cuida bem da rosa/Pra quem sabe cultivar/A pesquisa não tem que se acabar.

quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Mandala da Prosperidade: mais uma pirâmide?

Não. Não é mais uma pirâmide. Aparentemente é mais perigoso do que isso. É circular e tenta passar uma ideia de que nunca acabará, empoderamento feminino e um "quê" de misticismo.

Mas antes de entrar nesse assunto, quero relembrar uma coisa que eu postei no muito distante (em questão de tempo, mas não em questão persistência do problema) 18/03/2012. Era um domingo de sol eu estava com vontade alertar as pessoas sobre dinheiro fácil.

A estorinha (real) era de um analista de sistemas que mudou sua residência para um condomínio de alto padrão, para passar a ideia de que estava muito "bem de vida" aos seus ex-colegas de trabalho e outras pessoas. 

Com isso (pessoas com alto padrão de vida são sempre confiáveis né?) ele conseguiu oferecer seus serviços de gerenciamento de fundos de ações para aproximadamente 400 indivíduos, prometendo rentabilidade mensal de 10%. 

Wow!! O cara é muito bom! Não. Definitivamente não é!

Se ganhar muito dinheiro fosse fácil, todo mundo ganharia e o dinheiro não teria muito valor. Assim teríamos que descobrir outra forma de ganhar mais dinheiro, porque aquela já não funcionaria mais/não seria suficiente. 

O indivíduo montou uma espécie de esquema piramidal, em que quem "investiu" primeiro, recebia o dinheiro de quem "investiu" depois, até que um dia a coisa ficou insustentável e desabou.

Veja mais nos links abaixo:

Pirâmide de Ponzi e a proposta de dinheiro fácil sem risco

Marketing multinível ou pirâmide financeira?


O CASO DA MANDALA DA PROSPERIDADE (TEAR DOS SONHOS)

Procurei na internet por um site que falasse dessa Mandala, depois de ter recebido alguns convites pelo Facebook e WhatsApp, porém não encontrei nada. Aparentemente é algo recente no Brasil, mas muito disseminado em países de língua espanhola - onde você pode encontrar sites falando sobre ela, falando bem.

Aqui no Brasil, só encontramos sites relacionados a finanças e coisas do tipo, alertando sobre o problema.

Veja aqui, por exemplo. 

Nesse mesmo link, o Nexos trouxe a defesa da Mandala, que tem por objetivo fazer as mulheres trabalharem juntas, se ajudarem para atingir seus objetivos financeiros. Mas vai além disso, segundo a defesa: 

"É uma troca de afeto, conhecimento e empatia [entre mulheres]. Forma uma infraestrutura em que mulheres se sentem mais fortes e por isso gera um impacto social. A questão financeira é só um resultado dessa abundância de trocas" (disse GP, coaching de autoestima e participante da Mandala).

Não sei se convenceu vocês, mas passou longe de me convencer. 

A propósito, tentaram me convencer em um grupo com um "textão" que eu vou colocar no anexo deste post, lá no final, com alguns comentários meus. Leiam atentamente e vejam se uma coisa dessas pode ser séria.

Se isso é uma forma de empoderamento feminino, ajuda entre as mulheres etc, porque eu fui convidado, por um homem e no grupo que me colocaram era meio a meio, homens e mulheres?

É possível que eles tenham começado com esse discurso, mas a coisa ficou séria e muita gente está caindo. Minha função, como Professor de contabilidade e finanças é alertar sobre o problema. Não caiam nessa, façam um favor a vocês mesmos!

O blog da UOL Finanças Femininas explica o funcionamento da Mandala. Eu resumo aqui, pegando também informações que recebi nesse grupo do WhatsApp: 

Uma pessoa é a "dona" da Mandala. Ela está no centro. Diferente das pirâmides, que os chefões estão no topo, na Mandala você fica no centro. Cada vez que novas pessoas entram na Mandala fazendo as suas "doações", a Mandala gira, até que a pessoa do centro recebe o seu dinheiro e sai. A Mandala então se divide criando outras Mandalas e assim por diante. Nessas novas Mandalas, os dois que estavam em um nível mais fora do centro do que o chefão, serão os chefões das duas novas Mandalas que foram criadas.

Ou seja, o negócio cresce de um jeito que se torna insustentável rapidamente. É bem rápido para você ganhar os seus R$ 1.000,00 e entrar em várias outras Mandalas.

Porém qual é o custo disso, sabendo que a população da Terra não é infinita?

Para você recuperar seu dinheiro, é preciso que algumas pessoas entrem. Para essas pessoas recuperarem o dinheiro delas, é preciso que mais pessoas entrem, depois mais, mais e mais...

Como a população não é infinita, muitas pessoas perderão seu dinheiro. Quem entrou primeiro vai se dar bem, lógico.

Ou seja, você pode até ganhar seus R$ 1.000,00, mas várias pessoas perderão os seus R$ 125,00.

Esses R$ 125,00, caros leitores, pode fazer muita diferença para uma pessoa que está desempregada, desesperada, sem saber mais o que fazer e por isso caiu no conto da Mandala.

Eu não gostaria de dormir com esse peso na consciência. E vocês?

Recado dado. Não esqueçam de ler o ANEXO que coloquei no final da postagem e assistam a esse vídeo: 'Mandala da Prosperidade' será investigada pelo Ministério Público.

Não caiam na armadilha!


ANEXO - Textão motivando as pessoas a participarem (comentários meus em vermelho)

📞📞📞Alôôô galera que quer ganhar dinheiro agora no fim do ano, de maneira rápida e simples. (lá no início do post eu mostrei o que acontece quando as pessoas querem ganhar dinheiro de maneira "rápida e simples" né?)
Apresento a vocês a nova febre do WhatsApp... A MANDALA!!!
Funciona assim:
Você investe (que ousadia usar o termo "investe" para falar disso!! Investimento tem fundamento, isso não tem nenhum. Não chega nem a ser especulação, é enganação mesmo) R$ 125,00 para receber R$ 1.000,00 Reais 💰💰💰💰
O que é R$ 125,00 que você gasta numa noite, num passeio...💸💸💸

Para você entrar na mandala você precisa depositar (ON-LINE) o seu investimento para a pessoa que está na posição *verde*da mandala. (não existe um site, não existe um local formal, uma conta formal para depósito, qualquer pessoa pode criar um grupo do WahtsApp da sua Mandala e enganar todo mundo)
Todo controle é feito pelo grupo que acompanha os depósitos.

Após isso, você entra no vermelho e a cada 8 vermelhos que entrarem os nomes mudam de posição avançando uma cor dentro da mandala:
🔴Vermelho vai para o azul🔵
🔵Azul vai para preto
Preto vai para verde🍀🍀🍀 e chega a hora de ganhar os os milzinhos.💰💰💰
Coisa boa neh? (neh... tão boa que chego até a desconfiar... você não?!)

Quanto mais pessoas você indicar, mais rápido a mandala gira 🌀e mais rápido chega a sua vez de faturar. 🤑🤑🤑 (isso não lembra nada a vocês?!)
Mas lembre-se que a mandala é um grupo e todos devem ajudar, a ajuda é mútua e a união faz a força 💪🏼💪🏼💪🏼💪🏼 (OK...)
Gente...essa uma maneira muito legal de ganhar um dinheiro extra, até crianças estão fazendo suas mandalas com valores mais baixos. 😳 (que fofinho... crianças trabalhadoras...)
E aí vai ficar de fora dessa??? (vou sim e ainda postei aqui no blog para ver se consigo fazer com que mais pessoas fiquem de fora dessa!!😉Não perde tempo e entra logo! Eu já estou dentro... (saia enquanto pode e faça um favor aos seus amigos, não os coloque nessa armadilha)Você não vai se arrepender! Qualquer dúvida é só chamar🗣🗣🗣

MANDALA   X   PIRÂMIDE


Pirâmide
(TelexFree, BBom, Inside)

*EXISTIA UMA EMPRESA (Isso é OK para mim)
*EXISTIA UM PRODUTO (Isso é OK para mim, desde que o produto faça sentido e gere receita legal para a empresa)
*EXISTIA ANÚNCIO (Isso é OK para mim, desde que o anúncio faça sentido, não sejam publicações de Facebooks fakes que ninguém lê, e gere receita legal para a empresa)
*EXISTIA UMA PESSOA NO TOPO QUE SEMPRE IA ESTAR LÁ GANHANDO DE TODO MUNDO (Isso já não é mais OK)
*DEPOSITAVA EM CONTA DE PESSOA JURÍDICA (qual é o problema disso, desde que a empresa seja legalmente constituída e opere dentro das normas? - veja aqui)


Mandala

*NÃO EXISTE UMA EMPRESA (Iiiiiih)
*NÃO EXISTE UM PRODUTO (Iiiiiih.... e como se pode ganhar dinheiro sem existir um produto que gere receita e fluxo de caixa? Isso não faz o menor sentido)
*NÃO EXISTE ANÚNCIO (Iiiiiih)
*NÃO EXISTE UM LÍDER FIXO QUE SEMPRE VAI GANHAR (Sei...)
*NÃO DEPOSITA EM NENHUMA CONTA DE PESSOA JURÍDICA (Iiiiiih)

São depósitos em Conta Corrente de pessoa física, transferência entre contas, porém de uma forma organizada que beneficia a todos seguindo uma ordem... (rapaz, acabei de descobrir, com isso, que eu sou medroso, porque eu não tenho coragem de fazer uma coisa dessas)

Lembre-se :
Se todos que passam aqui depositar e indicar pelo menos 2 pessoas o ciclo gira rápido e todos terão um ótimo retorno do investimento (Com certeza, o problema é que a população da Terra é finita e uma hora as pessoas deixarão de entrar, fazendo com que os que entraram por último percam seu dinheiro)

terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Involução do valor de mercado do setor de construção

Temos sido bombardeados de notícias na mídia relacionadas à uma possível bolha imobiliária no Brasil (esse site faz um levantamento de tudo quanto é notícia ruim do setor) e sabemos que existem muitas vantagens na decisão de não comprar imóveis.

Na verdade, existem vantagens em se ter o imóvel próprio e também desvantagens. 

Atualmente, minha preferência (devido à características específicas minhas), seria morar de aluguel. 

Pode ser que daqui a 10 anos eu tenha o dinheiro para comprar um imóvel à vista e mesmo assim não queira comprar, ou pode ser que eu não tenha o dinheiro e queira comprar um imóvel financiado. Vários fatores influenciam nessa decisão e nem todos eles são financeiros e facilmente mensurados.

Contudo, o objetivo do post não é discutir sobre isso. Meu objetivo aqui é única e exclusivamente apresentar esse gráfico que recebi por email de Einar da Economática:


O gráfico evidencia uma queda muito forte no valor de mercado das empresas do setor de construção, desde o seu pico. 

Será que vivemos mesmo essa tão falada bolha imobiliária brasileira e isso é só a antecipação de sua explosão? Será que esse desaquecimento recente do mercado imobiliário  é só um desaquecimento ou é a explosão da bolha?

Só a título de comparação, aqui está o gráfico do Ibovespa:


Os preços descontam tudo e o mercado é eficiente! Talvez os formadores de preço não saibam tanto assim! Saberemos no futuro.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Como ingressar no mestrado?

De vez em quando recebemos algumas perguntas aqui nos comentários do blog, no Facebook ou por email. Algumas delas eu gosto de postar a resposta por aqui, por serem amplas o suficiente para atenderem a outras pessoas.

Essa é uma dessas perguntas, além de ser bem frequente!

Professor Felipe! Boa tarde! Eu sou bancário do XXXXXX e estou me formado em administração na YYYYY. No meu período acadêmico sempre gostei de pesquisas fui aluno PIBIC, PET e participei de grupos de pesquisas e estou me preparando para tentar entrar no mestrado da UFPB em 2018. Durante o ano de 2017 quero focar no meu TCC que quero usar para seleção do mestrado no fim do ano... queria saber do senhor alguma área que a banca gosta muito... algum assunto que eu devo focar em estudos em 2017 para conseguir uma aprovação na banca... teria como o senhor me indicar alguma área ou assunto q eu devo focar?

Então vamos lá. Dividi o post em duas partes.

COMENTÁRIOS COM BASE NOS DESTAQUES DA PERGUNTA DO ALUNO

Na pergunta do aluno, eu marquei três trechos em negrito e os colori, sobre os quais quero fazer os comentários de aquecimento.

No primeiro, o aluno informou que gosta de pesquisa e participou de projetos e grupos de pesquisa. Isso é um primeiro passo muito importante, porque contará pontos no currículo e sinalizará para a banca que a pessoa é interessada e que gosta de estudar.

No segundo, o aluno sinaliza que está se preparando com um ano de antecedência, aproximadamente. Apesar de não ser o ideal, é um bom tempo de preparação. 

Explicando melhor o "ideal": não é o ideal para quem nunca fez nada que o direcionasse ao caminho do mestrado. Um ano, definitivamente, não é um bom período de preparação. Todavia, o aluno já participou de alguns projetos e grupos de pesquisa, então imagino que o tempo de preparação dele para o mestrado será de mais de um ano (comentarei mais sobre isso na segunda parte do post).

No terceiro e último trecho, a pergunta foi relacionada a um assunto que a banca goste muito. Isso não deve ser perguntado a mim, pois não estou em bancas de seleção de mestrado, nem sei se estarei no ano que vem. O candidato a uma vaga de mestrado deve conhecer bem o programa no qual ele está pleiteando a sua vaga. 

Recomendo que os candidatos acessem a página do corpo docente do Programa (e.g. do PPGCC/UFPB) e vejam o que os Professores têm pesquisado. Assim poderá ver qual é o tema de interesse dos Professores, de modo a elaborar o seu Projeto com base nisso. 

Se chegar na etapa da entrevista, você poderá até sinalizar quem poderia te orientar neste tema. Além disso, às vezes há uma sinalização dos temas de interesse do Programa no próprio edital de seleção (e.g. Apêndice F do edital do PPGCC/UFPB).


DICAS GERAIS

1) Comece a se preparar o quanto antes! Eu comecei a me preparar, efetivamente, no quarto semestre (ou foi no terceiro, não lembro exatamente) da faculdade, quando tive aula com o Professor João Marcelo (que foi meu orientador da graduação, depois colega de turma do doutorado). Ele nos pediu para fazer um artigo, para uma das notas, eu gostei daquele negócio e resolvi fazer mestrado, porque queria ser Professor e pesquisador. 

Naquela época eu já gostava de ser Professor (dava aulas de matemática básica em um colégio), então a pesquisa é que foi o determinante na minha decisão.

O que foi que eu fiz para me preparar, faltando pelo menos dois anos para a seleção? Peguei os editais do Multi UnB/UFPB/UFRN e UFPE, vi o que eles pediam no currículo e tentei fazer ponto em todos os itens. Só não fiz ponto em atividades de extensão, porque na minha faculdade não tinha. Mas em todo o resto eu pontuei. Ah, também não pontuei em publicação em periódico, mas em evento sim.

Todavia, você deve se preparar desde o início do curso, se dedicando, aprendendo e tirando boas notas.

2) Estude inglês! Os melhores materiais do mundo, a menos que seja uma coisa muito específica do Brasil, estarão publicados em inglês, porque essa é a língua da ciência. Para aumentar o alcance dos trabalhos, as pessoas buscam publicar em inglês.

Dessa forma, no mestrado, você lerá 90% dos materiais em inglês.

Não fique se confiando no Google Tradutor, porque, além de perder tempo, a tradução não é lá das melhores.

Sabendo ler em inglês, você sinalizará aos Professores que terá menos dificuldade para acompanhar as aulas e poderá ler das principais e melhores fontes do mundo. Isso ajuda a produzir trabalhos de melhor qualidade. 

Além dessa parte subjetiva, objetivamente você terá uma prova de inglês. Então, estudem inglês.

P.s.: não é preciso ser fluente e sair falando tudo em inglês. É importante ler, porém se conseguir se comunicar, melhor ainda, pois você poderá participar de eventos internacionais.


3) Estude bem o edital e o conteúdo da prova! 

Além de somente estudar, refaça todas as provas do Programa onde você pretende ingressar.

Refaça de outros também. Quanto mais praticar melhor.

E não é apenas refazer. Refaça e as questões que estiverem erradas, procure estudar o seu erro.

4) Aprovado na prova, não há mais muito o que você possa fazer, porém antes disso é possível se dedicar a fazer um bom projeto de pesquisa!

Não deixe para fazer o projeto em cima da hora. 

Lá em cima eu falei que era importante conhecer o Programa e o que os Professores estavam pesquisando. Analise bem o currículo dos Professores e tente adequar uma coisa que você gostaria de estudar, com algo que um ou mais Professores estão pesquisando. Isso poderá reduzir o seu risco.

5) É preciso se fortalecer psicologicamente!

Antes de tentar passar por isso tudo, se pergunte: você quer mesmo isso para a sua vida? Serão horas e horas de estudo. Seus finais de semana e feriados serão ótimas oportunidades para estudar ainda mais. Nem todo mundo está disposto a isso. Porém eu achei que valeu à pena para mim.

Para se fortalecer psicologicamente e ganhar confiança, a única saída é estudar muito. Então se você decidir seguir essa vida, estude. Estude com força, como dizemos aqui no Nordeste. Não tem erro. Basta querer.

Leia um pouco mais sobre isso clicando aqui.

6) Não passar na primeira tentativa não é o fim do mundo! 

Caso não tenha conseguido a aprovação na primeira tentativa, minha recomendação é que você procure ver onde não foi tão bem e tente melhorar.

Não fique perdendo tempo pensando em teoria da conspiração. Isso é a maior baboseira. Os Processos Seletivos são muito objetivos e transparentes.

Se você foi reprovado no projeto, não custa nada tentar conversar com alguns membros da banca para saber onde errou, de modo a tentar melhorar para o próximo ano.

Outra sugestão é tentar ingressar como aluno especial. Ingressar como especial pode ser bom por dois motivos: você saberá se realmente é isso que você quer e poderá saber como os Professores do Programa pensam sobre pesquisa e tentar alinhas suas ideias às deles.

Temos que sempre tentar quebrar o status quo, porém não é bom arriscar em entrevistas. Alinhe suas ideias e depois de ingressar no Programa, é possível argumentar com o Professor se ele pode te orientar em uma área um pouco diferente. Tudo é questão de conversar, mas só arrisque após a aprovação. Durante o processo seletivo, sua missão é ir bem e minimizar riscos.

7) Para finalizar, listo abaixo alguns links que podem ajudar os futuros candidatos a mestrandos:







É isso aí. Quem tiver mais dicas ou perguntas, fique à vontade para participar nos comentários, por email ou por Facebook.

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Experiências em convergência contábil no setor público [ONLINE E GRATUITO - HOJE]


Haverá transmissão online, às 14h (horário de Brasília), em inglês, sem tradução simultânea.

Link da transmissão do evento: http://sites.usp.br/psag/556-2/

Obrigado a Fabrício Neves pela divulgação.

Entrevista sobre a importância da análise fundamentalista

O Infomoney está com uma série muito legal sobre grandes investidores brasileiros (Fora da Curva). Já assisti dois dos vídeos e recomendo fortemente que os interessados no mercado de capital acompanhem todos os vídeos e leiam o livro.

Neste vídeo aqui, Florian Bartunek fala em alguns momentos sobre a importância da análise fundamentalista.

Existe uma briga sem sentido entre algumas áreas, mas é impossível negar a importância que os números DAS EMPRESAS têm, para a escolha dos ativos para as carteiras.

Uma coisa que ele comenta também é a importância de "estar dentro" das empresas. Eles chegaram matricular analistas em faculdades da Kroton, para ver quão bons eles eram, por exemplo, em cobrar os inadimplentes.

Eu tenho seguido uma prática parecida com essa, com algumas das minhas empresas (tenho alertas do Google para todas elas, inclusive). Na Drogasil eu vou praticamente toda semana, em algumas lojas da minha cidade. Quando viajo, dou pelo menos uma passada nelas e sempre pergunto aos taxistas, uberistas e demais cidadãos como está a Drogasil (ou Raia) naquela cidade.

Outro ponto legal, foi sobre o porquê de os brasileiros não gostarem, aparentemente, de análise fundamentalista. Na opinião de Bartunek, isso se dá por causa das nossas taxas de juros altíssimas, que fazem com que as pessoas busquem o mercado de capitais com objetivo de lucrar mais e muito mais rápido. Porém as coisas não funcionam bem assim na prática. 

Além disso, para fazer análise fundamentalista, você precisa de tempo e de conhecer contabilidade, economia etc. Não é muito fácil. Mas é divertido!

quarta-feira, 7 de dezembro de 2016

Pesquisa - Valor Justo da Contabilidade e o Efeito dos Vieses Cognitivos

Caros leitores, peço que ajudem a um colega meu preenchendo o questionário abaixo.

Os respondentes concorrerão a um Manual de Contabilidade Societária.

Obrigado!!

Prezado (a) Participante eu me chamo Gilberto Magalhães Filho, sou aluno do Programa de Doutorado em Contabilidade da UFPB (PPGCC-UFPB).
Este questionário é referente a um estudo que tem como objetivo identificar se os critérios utilizados na determinação do nível 3 no reconhecimento de ativos e passivos a valor justo, posteriormente, influenciam as decisões de venda.

Público Alvo - Estudantes e Profissionais de Contabilidade

*******OS PARTICIPANTES DA PESQUISA ESTÃO CONCORRENDO AO SORTEIO DO LIVRO - Manual de Contabilidade Societária (2a. Ed.); Autores: Martins,Eliseu / Ernesto Rubens Gelbcke / Iudicibus,Sergio de

Segue o Link da Pesquisa:

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Debate sobre a PEC na UFPB

Convido todos a aparecerem!

Clique aqui para ver o post que o Professor Dimas Queiroz fez sobre a PEC 241.




P.s.: não sei exatamente quem está organizando o debate. Vi que foi compartilhado pelo Professor Thiago Lima, do DRI/CCSA da UFPB.

sábado, 26 de novembro de 2016

Resultado final do mestrado e doutorado em contabilidade da UFPB

Ontem foi divulgado no site do PPGCC/UFPB o resultado final do processo seletivo para as turmas de 2017.

Clique aqui para ter acesso aos resultados.

sexta-feira, 25 de novembro de 2016

Valuations da Braskem e Natura

Ontem foi o dia de fecharmos o semestre com as últimas valuations.

Para acessar as apresentações da RaiaDrogasil e Kroton clique aqui e para acessar as apresentações da Weg e da Ambev clique aqui.

Braskem:








Natura:




quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Proposta de suspensão do pagamento de dividendos da Triunfo Participações

Triunfo | Participações e Investimentos (clique no link para acessar o edital de convocação) convocou uma Assembléia Geral Extradordinária (AGE) para deliberar sobre a suspensão dos dividendos de R$ 40 milhões, aprovados na AGO do início do ano. Isso equivalia a R$0,230430 por ação.

A empresa argumenta que houve uma "modificação substancial da situação financeira", desde a data da declaração dos dividendos.

Para compensar os acionistas, a proposta é "que tais dividendos sejam atualizados a partir do  dia  01/01/2017  e  até  a  data  de  seu  efetivo  pagamento  pela  variação  do  Certificado  de Depósito Interbancário -  CDI mais 4%  (quatro por cento) ao ano, em base  pro-rata die, a título de remuneração pela postergação do pagamento dos referidos dividendos".

CDI nais 4% ao ano é uma boa remuneração, aparentemente.

Porém será que a empresa terá condições de arcar com isso, já que não tem como pagar os dividendos este ano?

Em uma olhada rápida nos números, vemos que a empresa tem um índice de endividamento bem alto, baixíssima liquidez, além de vir de prejuízos consecutivos em todos os 3 trimestres de 2016. O price to book (preço dividido pelo valor patrimonial da ação, ou P/VPA) está bem abaixo de 1, o que poderia significar que ação está muito subavaliada.

Todavia, devemos ter cuidado com o price to book, pois podem existir problemas que ainda não estão refletidos na contabilidade, mas que os investidores já perceberam. Ou pode ser apenas problema de liquidez da ação. Ou realmente a empresa está subavaliada. Porém isso eu deixo para quem quiser analisar essa companhia para investir (ela não faz parte da minha carteira).

Mesmo assim, a reação do mercado foi muito forte a esta notícia, vejam o gap:

Fonte: Yahoo! Finanças

fff

Ora, o não pagamento de dividendos devido a dificuldades financeiras, provavelmente por decisões ruins que a gestão tomou não deveria ser um motivo para dar um desconto maior no preço das ações?

Teoricamente sim!

Contudo, a notícia parece ter sido boa para o mercado porque essa possível suspensão dos dividendos reduz o risco de default da empresa, que está rolando o pagamento das debêntures em alguns meses (veja aqui).

Apesar disso, o investimento ainda me parece bem arriscado, porque, pelo que eu entendo do pagamento de dividendos, a empresa deve pagar (Art. 202 da 6404) "como dividendo obrigatório, em cada exercício, a parcela dos lucros estabelecida no estatuto ou, se este for omisso, a importância determinada de acordo com as seguintes normas (...)" (aí eles falam da regra, quem tiver interessado pode acessar a Lei).

Mais na frente, no parágrafo 4º, a Lei diz:

§ 4º O dividendo previsto neste artigo não será obrigatório no exercício social em que os órgãos da administração informarem à assembléia-geral ordinária ser ele incompatível com a situação financeira da companhia. O conselho fiscal, se em funcionamento, deverá dar parecer sobre essa informação e, na companhia aberta, seus administradores encaminharão à Comissão de Valores Mobiliários, dentro de 5 (cinco) dias da realização da assembléia-geral, exposição justificativa da informação transmitida à assembléia.

A explicação da companhia está no link que postei lá em cima, porém ainda não vi o parecer do Conselho Fiscal.

Dessa forma, há o possível risco legal da operação e o risco de os acionistas não aceitarem a proposta (apesar da boa remuneração que receberão em cima dos dividendos - CDI mais 4% de spread pelo risco).

Estou curioso para saber o que acontecerá nos próximos capítulos.

Para mais posts sobre dividendos, clique aqui.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

Curso de análise técnica - ÚLTIMOS DIAS PARA INSCRIÇÕES

A Sala de Ações da UFPB está oferecendo um curso sobre análise técnica.

Os interessados devem acessar esse link com as informações sobre o curso e inscrições.

segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Valuations da Ambev e Weg

Quinta-feira passada postei a avaliação da RaiaDrogasil (tem um pequeno erro na divisão pelo número de ações - o preço da ação estimado deveria ser de R$ 75,00) e Kroton.

Agora divulgo o resultado da Ambev e Weg.

Lembrando sempre que isso é apenas um exercício acadêmico dos meus alunos, não caracterizando recomendações de compra ou venda das ações. Até porque eles utilizaram as informações que foram divulgadas no início do ano.

Aqui está a Ambev:






Aqui está a da Weg:





I Fórum Paraibano de Ciência e Tecnologia

As inscrições poderão ser realizadas aqui. Informações abaixo:

IDEP/UFPB promove evento pioneiro com iniciativas e experiências de transferência de tecnologia, inovação e empreendedorismo, para o desenvolvimento da Paraíba 

O Instituto UFPB de Desenvolvimento da Paraíba (IDEP/UFPB) promove no próximo dia 23 de novembro de 2016 o evento “I Fórum Paraibano de Ciência, Tecnologia e Inovação”. O evento será realizado no Auditório da Reitoria da UFPB, Campus I, João Pessoa – PB e contará com a presença dos renomados palestrantes Dr. Claudio Marinho (Porto Digital Recife/PE) e Dr. Milton Mori (INOVA/UNICAMP), que irão proferir palestras relacionadas a Ciência, Tecnologia e Inovação. O evento é uma oportunidade única concebida pela Universidade Federal da Paraíba para alavancar Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento do Estado da Paraíba, propiciando o acesso a iniciativas e experiências de transferência de tecnologia, inovação e empreendedorismo. Contamos com sua presença! 
A programação do evento é a seguinte: 
8h:00min – 8h:30 Abertura
8h:30min – 9h:30h – Dr. Milton Mori – “Inovação e Empreendedorismo: A Experiência da Unicamp”
9h:30min – 10h:00 – Debates
10h:00 – 10h:30min – coffee break
10h:30min – 11h:30min – Dr. Cláudio Marinho –“Porto Digital, Recife: Não parece com os parques tecnológicos que você conhece”
11h:30min – 12h:00min – Debates
12h:00min – Encerramento

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

Valuations da Kroton e Drogasil

Ressalto, antes de mais nada, que esses documentos são puramente acadêmicos e não caracterizam de forma alguma uma recomendação de compra ou venda.

A primeira delas é a valuation da RaiaDrogasil:





Aqui está o relatório da Kroton:




quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Workshop online sobre convergência contábil no setor público

Compartilhado por Fabrício Neves, no Facebook:

A Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo - USP, campus Ribeirão Preto, realizará no dia 8/12 um workshop com o Prof. Eugenio Caperchione, um dos líderes de estudo de convergência da contabilidade pública na Europa.  
 
A equipe de convergência da Secretaria do Tesouro Nacional estará apresentando os próximos passos da experiência brasileira.

Local: Anfiteatro Ivo Torres – FEA/USP Ribeirão Preto
Inscrições: http://app.fearp.usp.br/forms/gera.php?form=ppgcc081216

Programação

14:00 – Palestra principal: Eugênio Caperchione
15:00 – Experiência Brasileira: Secretaria do Tesouro Nacional
16:00 – 17:00 Debates
17:00 Encerramento

O evento será transmitido pela web (http://sites.usp.br/psag/556-2/).

terça-feira, 15 de novembro de 2016

V Conferência Sulamericana sobre Contabilidade Ambiental (CSCA)

Aos interessados em contabilidade ambiental, aqui estão as informações sobre um evento da área:

Prezados Colegas,

               A submissão dos artigos para a V  Conferência Sulamericana sobre Contabilidade Ambiental (CSCA) 2017 está aberta.

               A Vª Edição do CSCA ocorrerá na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de Brasília, em Brasília, Distrito Federal, Brasil, de 29 a 30 de junho de 2017. O evento pretende fomentar as discussões sobre a terminologia deste campo de conhecimento, buscando aprofundar pesquisa sobre reconhecimento, mensuração e accountability dos elementos sociais e ambientais que impactam o resultado econômico das entidades, tendo como tema: Valores Humanos e Consumo Sustentável. 

Área temática:
1- Mensuração e evidenciação de eventos socioambientais (relatórios de sustentabilidade, etc.)
2- Contabilidade e Direito Ambiental (contabilização, tributação, finanças, instrumentos regulatórios, certificações, etc.)
3 - Controladoria Socioambiental (custos ambientais, gestão ambiental, ferramentas para gestão sustentável, avaliação de impacto ambiental, indicadores socioambientais, etc.)
3 - Contabilidade e Economia Socioambiental (métodos de valoração ambiental, equilíbrio e mercado, bens públicos e externalidades, etc).
4 - Auditoria e perícia socioambiental (auditoria no âmbito das práticas do meio ambiente, controle interno e riscos, técnicas e procedimentos de auditoria ambiental, passivos ambientais, laudos e pareceres, danos e multas, etc.)
5 - Ética, Responsabilidade Socioambiental e Governança Corporativa (ética, transparência e sustentabilidade, etc.)
6 - Educação e Sustentabilidade (práticas de ensino em sustentabilidade, etc.)
7 - Temas Contemporâneos (segurança ambiental, políticas públicas, etc.)

            Confiram a chamada e as diretrizes para submissão de trabalhos visitando o site oficial do evento: http://soac.unb.br/index.php/CCS2017/ccs2017

               As datas importantes do evento são:

            01/11/2016 - Abertura da submissão de trabalhos
            01/11/2016 - Abertura das inscrições
            14/04/2017 - Fechamento da submissão dos trabalhos
            15/05/2017 - Divulgação do resultado da avaliação dos trabalhos
            Fechamento das inscrições:
·         Para participantes com trabalho aprovado: 30 de maio de 2017 
·         Para participantes sem trabalho aprovado: 25 de junho de 2017 
            29/06/2017 - Abertura do evento
            30/06/2017 - Encerramento do evento

               A Comissão Organizadora da Vª Edição CSCA espera vê-lo em breve em  Brasília.

Cordialmente,

Comissão Organizadora

Prof. Dr. André Luiz Bufonni - UFRJ
Profa. Dra. Aracéli Cristina de Sousa Ferreira - UFRJ
Profa. Dra. Fátima de Souza Freire- UnB
Profa. Dra. Maísa de Souza Ribeiro - FEA-USP
Profa. Dra. Sonia Maria da Silva Gomes - UFBA

quarta-feira, 9 de novembro de 2016

Concurso na UFBA: contabilidade e econometria

Recebi essas informações de Joseilton, da UFBA:

02 Vagas Assistente - Contabilidade

01 Vaga - Adjunto - Contabilidade

01 Vaga - Adjunto - Econometria

Maiores informações: www.concursos.ufba.br  e/ou www.contabeis.ufba.br

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Deadline do Congresso Europeu de Contabilidade de 2017

Seguem as informações recebidas por email:

40th EAA Annual Congress
10-12 May 2017
Valencia, Spain

- The Online Registration is Open -

Dear EAA Members and Colleagues,

We are pleased to inform you that the online registration for the EAA 40th Annual Congress is open.
Remember that the deadline for paper submissions is Thursday, 1st December 2016 - 23:59 GMT. Submissions should only be sent online via the EAA 2017 congress website. Presenting authors are expected to be available for presentation on all three congress days.
The deadline for applications to the EAA Doctoral Colloquium is Tuesday, 15th November 2016 - 23:59 GMT (full information here).
We look forward to seeing you in Valencia !
Best regards,

Begoña Giner
Congress Chair

quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Magazine sobe, Magazine desce, Magazine sobe...

Quem fez swing trade (eu não fiz 😥) nas últimas semanas em #MGLU3 tem muito a comemorar.

Ela subiu pesado semana passada, caiu 15% na terça-feira desta semana, 16% na quarta (ontem) e hoje está dando isso:



Esse resultado de hoje é, possivelmente, por dois motivos:

1) a empresa tem fundamento. Alguns analistas estão projetando ela a mais de R$ 100,00. A #LigaDeValuation da UFPB projetou em R$ 150. Talvez os últimos dias tenham sido apenas breve realização de lucros (de estrangeiros, principalmente), ou simplesmente overreaction com relação a umas noticias de concorrentes.

2) a empresa anunciou ontem que divulgará seus resultados no dia 31/10 e não mais em 7/11, por causa da queda de 30% em dois dias. Ou seja, deve vir uma notícia boa por aí. Ou será que foi blefe? Veremos segunda-feira!

Atualização ligada ao motivo 2 (27/10/2016, 17h02): veja mais aqui sobre a "jogada de mestre" de Dona Luiza.

Qualidade dos accruals e persistência dos lucros [VÍDEO]

Um dos grandes desafios dos pesquisadores é tentar levar para pessoas de fora da academia o que eles produziram.

Isso não é nada fácil, por causa da linguagem específica e conhecimento prévio que é necessário para poder entender os resultados de uma pesquisa científica.

Contudo, esse vídeo é um bom exemplo de como podemos tentar levar os resultados das nossas pesquisas para a sociedade!!

O famosa artigo de Dechow e Dichev pode ser acessado clicando aqui.


terça-feira, 25 de outubro de 2016

Stata: tag de postagens

O Stata é o software de métodos quantitativos (econometria) que eu mais tenho utilizado nos últimos dois anos. De vez em quando alguém me pergunta sobre a operacionalização do programa, então resolvi criar essa tag para divulgar nossas respostas para eventuais dúvidas dos leitores do blog sobre o assunto.



Criamos um marcador (tag) de postagens para organizar o que for publicado sobre o uso do Stata aqui no blog. Atualmente são 6 posts com coisas básicas sobre o programa.

Para acessar o marcador, clique aqui.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...