quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Merca Dante

Os Poderosos Deuses de Brasília nos enviaram mais uma mensagem. Percebam que não foi nada discreta:

prosaepolitica.com.br


Mercadante --> Merca + Dante 

Merca --> mercado --> Os limões do mercado de Akerlof

Dante --> Divina comédia... Inferno e coisas do tipo.

Será que essa Comédia terá um final feliz? Acho que estamos mesmo perdidos mesmo!




Em um texto recente aqui no blog eu me questionei: até quando Profissão Professor empolgará nossos Professores?! Usei Akerlof para ilustrar o que eu queria dizer com esse questionamento.

Segue um recorte do texto que pode ser lido na íntegra clicando aqui:

(...) trazendo uma adaptação da ideia do mercado para limões (escrito por Akerlof) para o nosso problema: no limite, os Professores bons sairão do mercado, deixando espaço apenas para os professores ruins (ou aqueles empolgados, que perderão a empolgação e sairão também ou se dedicarão menos). No mercado que Akerlof usou para explicar sua teoria (carros usados), a implicação disso era que como existiriam apenas vendedores e compradores ruins (muita assimetria informacional entre as partes), o mercado deixaria de existir. No nosso caso, o mercado não tem como deixar de existir, mas formaremos profissionais cada vez piores, o que atrapalhará o nosso desenvolvimento e redução das desigualdades existentes em nosso país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...