quarta-feira, 21 de agosto de 2013

A lógica da escrita científica: alguns comentários [PARTE 5]



Chegamos ao término da série de postagens sobre escrita científica, que iniciou  no dia 09/08/2013

Acredito que a série tenha ajudado alguns novos pesquisadores sobre como proceder na redação do seu trabalho acadêmico. 

Hoje falaremos um pouquinho sobre as conclusões, com base no trabalho de Volpato, que na verdade funciona como uma revisão do que já foi visto.

CONCLUSÕES
Nas considerações finais o autor destacou o que foi dito durante o paper: as decisões sobre a redação dos artigos científicos são baseadas na lógica e não na estética ou tradição. A estética e a criatividade também devem ser considerados, porém a lógica deverá estar acima de todos os outros pontos. 

Cada texto deverá ter o seu próprio estilo de argumentação, pois o que serve para um não serve para o outro.

A única coisa certa na escrita científica é a seguinte: não importa a decisão que você tome, algum avaliador, provavelmente, criticá-lo-á. Você deverá seguir uma lógica racional, a exemplo da citada durante essa série de postagens, porém sabendo que alguém não gostará. Caberá a você argumentar, ou ceder e ajustar ao que o avaliador está pensando.

Sobre as conclusões, recomendo que leiam no Contabilidade Financeira uma postagem sobre o que deveria haver nesta seção, segundo o Professor César Tibúrcio. Lá também há algumas postagens sobre como encontrar um tema de pesquisa, além dos pecados da pesquisa científica.

Boas pesquisas!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...