sexta-feira, 19 de abril de 2013

O erro de Rogoff e Reinhart: crescimento em tempo de dívida?

Reinhart e Rogoff publicaram em 2010 um Working Paper denominado de "Growth in a time of debt" (crescimento em tempo de dívida) (clique aqui para acessá-lo), onde, segundo os autores, um dos principais achados (analisando 44 países) aponta que a relação entre a dívida pública e o crescimento real do PIB de um país é fraca para a razão DÍVIDA/PIB menor que 90% do PIB.



Até aí tudo bem. Na verdade, tudo até até um Professor de econometria da Universidade de Massachusetts solicitar que seus alunos elaborassem um artigo. Foi aí que entrou Thomas Herndon (doutorando da Universidade de Massachusetts), com o objetivo de replicar (que é uma característica importante da ciência - veja mais aqui) os resultados de Reinhart e Rogoff, para em seguida contra-argumentá-los.

Após várias tentativas fracassadas de chegar aos resultados dos autores, Herndon "descobriu que em vez de uma queda de 0,1% no PIB, que os dois economistas tinham previsto para países com uma dívida acima dos 90% do PIB, os cálculos apontavam para um cerscimento de 2,2%". O autor afirmou o seguinte, sobre o fato:
Quase não acreditei no que os meus olhos estavam a ver quando vi aquele erro tão básico na folha de Excel. Tem de haver uma explicação”, afirma Herndon, citado pela Reuters. “Então chamei a minha namorada para saber se só eu é que estava a ver o erro”, conta. “Creio que não Thomas”, respondeu Kyla Walters, namorada do estudante.
A moral da história é a seguinte: não importa que você seja um dos melhores na sua área. Erros acontecem. E isso é que é divertido nas pesquisas. Você encontra alguma coisa, alguém encontra o erro, e assim vamos evoluindo. Às vezes você não está errado, mas vem alguma outra pessoa dizendo que você está errado, e a diversão continua do mesmo jeito.

Pesquisar é divertido por isso!

Fonte: aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...