quinta-feira, 26 de abril de 2012

Evidências sobre a relevância das informações fora do balanço do leasing operacional

 
Este estudo teve por objetivo analisar o value relevance das informações referentes às operações de leasing operacional. Para tanto, foram conduzidas regressões (pooling), onde se utilizou como variável dependente o preço das ações. Como variáveis explicativas, utilizou-se, no primeiro momento, os saldos de leasing operacional a valor presente por ação (SLO) e, no segundo momento, adicionou-se duas variáveis de controle: lucro líquido por ação (LLPA) e patrimônio líquido, desmembrado em ativo total por ação (ATPA) menos o passivo total por ação (PAPA). Ambas variáveis foram testadas com e sem os saldos de leasing operacional para o último trimestre de 2010 e o primeiro de 2011. Os resultados das regressões demonstraram que as informações de leasing operacional utilizada como única variável explicativa mostrou-se significativa, explicando parte da variação do preço das ações. Observou-se, ainda, que, ao ajustar os ativos e passivos pelo saldo das operações de leasing, eles continuaram significativo. Contudo, ao comparar o R² Ajustado do modelo que considera ativos e passivos sem o ajuste para as operações de leasing com o R² Ajustado do modelo com ativos e passivos ajustados pelo saldo das referidas operações, observou-se que, praticamente, não houve alteração. Assim, as evidências empíricas obtidas sugerem que não há indícios de que a capitalização dos saldos de leasing operacional a pagar melhore a capacidade explicativa do ativo e passivo total na determinação do valor das ações. Isso sugere que as operações de leasing operacional são precificadas pelo mercado, independente de constar ou não no Balanço Patrimonial.
Autores do Trabalho:
VINICIUS GOMES MARTINS
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
MÁRCIO ANDRÉ VERAS MACHADO
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA
MÁRCIA REIS MACHADO
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...